Publicação
Abdominoplastia associada à Lipoaspiração As abdominoplastias são cirurgias para a retirada do excesso de pele e subcutâneo da parede abdominal anterior. A lipoaspiração facilitou a maneira de se tratar uma série de alterações estéticas do abdome e dorso, permitindo modelar a silhueta com cicatrizes discretas. Este procedimento retira os acúmulos de gordura e, quando associado à abdominoplastia, formam o par ideal para retirar o excesso de pele do abdome e ainda aquela gordura localizada que não sai na academia. 1. Para quem é indicado a Lipoabdominoplastia? Possuem indicação deste procedimento aqueles pacientes com grande flacidez de pele na região abdominal, além daqueles com perda moderada à acentuada de peso, incluindo mulheres após gestação. Incluímos a aspiração da gordura localizada em dorso e flancos. 2. Como é feita a Lipoabdominoplastia? Quando o abdome ganha volume (gestação ou ganho de peso), os músculos da região se afastam. Após a perda de peso, geralmente eles permanecem um pouco separados. Fazemos o reposicionamento destes músculos ao fazer uma costura com vários pontos. O excesso de pele é retirado na altura dos pêlos pubianos e o buraquinho do umbigo é refeito. Realizamos lipoaspiração de dorso e flancos para melhor definição da abdominoplastia. 3. Como fica a cicatriz final da Lipoabdominoplastia? A cicatriz de abdominoplastia é uma linha transversal sobre o púbis, levemente arqueada nas laterais e com extensão variável. A extensão da cicatriz não é determinada pelo cirurgião, mas sim pela flacidez de pele existente no abdome do paciente. O refinamento é atingido com a lipoaspiração do dorso e flancos, pois melhora e muito, o resultado final. 4. Quem não teve filhos, mas planeja ser mãe, pode fazer a cirurgia? Não é o ideal, mas pode. Na gravidez, os músculos vão se afastar novamente, comprometendo de certa forma o resultado da cirurgia. Não haverá nenhuma restrição ao desenvolvimento do bebê, caso engravide após a cirurgia. 5. É verdade que as famosas fazem logo após o parto? Não. Após o nascimento do bebê, ocorre uma série de transformações no corpo da mulher no intuito de retornar ao corpo que existia antes da gestação. Por isso, não se deve fazer nenhum tipo de cirurgia estética nessa fase. Caso a paciente voltar à atividade física após a gestação, pode recuperar o contorno corporal e nem precisar de cirurgia. É por este motivo que se aguarda em torno de 6 a 12 meses para avaliar a necessidade do procedimento. 6. Quanto tempo dura a cirurgia? Qual período de internação? E torno de 3 a 4 horas. O período de internação fica em torno de 24 a 48 horas. 7. Como é o pós-operatório? A recuperação dura entre 20 e 30 dias, quando já pode dirigir, trabalhar e realizar atividade física leve. Para diminuir o inchaço, recomenda-se sessões regulares de drenagem linfática a partir de 7 dias da operação. Utilizamos colas e pomadas sobre as cicatrizes para melhor qualidade estética. Há a necessidade da cinta compressiva por 30 a 60 dias. Após 60 dias, está liberado atividades em geral, inclusive exercício físico mais vigoroso. Restrição ao sol por 4 a 6 meses para diminuir as manchas nos locais onde os hematomas estavam presentes. 8. Como manter o resultado? O mais importante é manter o peso. O que não pode é engordar depois da cirurgia, pois compromete bastante o resultado. Fazer atividade física para melhorar o tônus muscular do abdome é fundamental e faz parte do pós-operatório. Discuta seu caso com seu cirurgião plástico, confie nele, siga suas orientações. Se atente aos riscos e benefícios. Equalize sua expectativa com a realidade que o procedimento pode te oferecer. Tire suas dúvidas. Boa cirurgia!

Comentar
Qual o valor da abdominoplastia e lipo?
Responder
Quero fazer, lifting, e glúteo
Responder
Quero fazer, lifting, e glúteo
Responder
Gostaria de saber valores e tem clínica aqui em Florianópolis
Responder