Resultados
Médicos
Mensagens
Minhas Consultas Horários disponíveis
Assistente
Participe dos nossos grupos no whatsapp

Encontre tudo que você deseja saber sobre cirurgia plástica.


Qual a sua dúvida?

Respostas

Tratamentos que podem ajudar a eliminar cravos e espinhas


Acabar com cravos e espinhas é um dos temas mais pesquisados por jovens que querem uma pele bonita e livre de marcas.

Então, nesse post, você vai conhecer algumas dicas de tratamentos que podem lhe ajudar a garantir a pele que sempre quis, evitando inclusive as temíveis manchas de acne.

Pegue o seu bloquinho de notas e vamos começar!

Limpeza e uso de sabonete especial:

Pode até parecer brincadeira, mas um dos tratamentos essenciais que podem ajudar a eliminar cravos e espinhas é a limpeza adequada da pele.

Enquanto muitas pessoas continuam utilizando uma série de produtos que não fazem efeito, muitas têm uma pele limpa e saudável apenas com o básico.

E acredite, é realmente possível.

De maneira geral, a pele tende a aumentar a oleosidade quando os poros ficam obstruídos ou quando são limpas com muita frequência, o que faz com que a pele fique em estado de alerta.

Então, para evitar que isso aconteça, a recomendação é lavar o rostos de duas a três vezes por dia, sempre utilizando sabonetes específicos para o seu rosto.

Neste cenário, escolha entre os sabonetes para peles secas, oleosas ou normais.

Mais importante que isso, é sempre lavar a pele com água morna ou fria, já que a água quente também pode aumentar a oleosidade e, consequentemente, os cravos e espinhas.

Caso você pratique alguma atividade física, como corrida ou musculação, utilize um lenço umedecido ou água com sabão após o exercício, já que o suor também tem impacto na saúde da pele.

Esfoliação para cravos e espinhas:

A esfoliação é um tratamento bastante simples, que pode ser feito em casa, mas que tem um alto poder de resultados.

Basicamente, esse é um dos tratamentos específicos que elimina as células de pele morta, promovendo uma limpeza mais profunda.

Ao mesmo tempo, estimula a produção de novas células, fazendo com que os poros respirem e você tenha uma pele mais jovial.

Entretanto, existem dois cuidados básicos que precisam ser tomados:

·        Tenha cuidado ao comprar produtos para o seu tipo de pele, ou faça receitas naturais;

·        Nunca faça diariamente e tenha cuidado com os movimentos.

Geralmente, a dica é esfoliar a pele em torno de duas a três vezes na semana, com um a dois dias de intervalo entre cada um dos dias.

Isso evita que o tecido acabe machucado.

Além do mais, se você tiver um quadro de acne, converse com um profissional qualificado sobre como fazer esse tratamento.

Entre as receitas naturais de esfoliantes que você pode preparar estão:

·        Morango amassado com açúcar;

·        Bicarbonato de sódio com água;

·        Pó de café com água, entre outros.

Algumas receitas indicam o uso de azeite no lugar da água, mas é preciso evitar o uso de óleos, já que isso pode aumentar a presença de cravos e espinhas.

Importante

Após a esfoliação, sempre limpe a pele com água limpa e finalize com um hidratante facial.

Microdermoabrasão:

Um dos tratamentos que podem ajudar a eliminar cravos e espinhas é a microdermoabrasão, já que é capaz de estimular a produção de células de tecido.

O que permite que apele fique mais rejuvenescida.

Mais importante que isso, o procedimento é indicado para aqueles que já sofrem com problemas de acne, como manchas e deformidade da pele, como sulcos.

Como resultado, o procedimento é mais comum para reduzir linhas de expressão, tattoos e melhorar quadros de acne.

Realizada apenas por um profissional qualificado, é essencial garantir que o mesmo seja especializado no uso desse aparelho, para evitar problemas.

Alimentação ideal para cravos e espinhas:

Um dos tratamentos para lidar com esse problemazinho da pele inclui mudar a sua alimentação.

De maneira geral, tudo o que você consome pode ser absorvido e acabar na sua corrente sanguínea ou pele.

Portanto, quando você consome uma quantidade grande de alimentos ricos em óleos, as chances de desenvolver cravos e espinhas aumentam, já que a sua pele fica com maior presença de sebo.

O mesmo vale para alimentos que geram inflamações no tecido como os chocolates, nozes, produtos à base de leite, alimentos com níveis alto de sódio e outros, como os fast food.

Basicamente, ao aumentar a inflamação, toda a pele pode ficar comprometida e em estado de “perigo”, aumentando a produção de sebos e deixando a pele avermelhada e até retendo mais líquidos.

A dica é evitar o consumo desses alimentos, preferindo aqueles mais saudáveis e balanceados.

Importante

Um dos possíveis causadores dos cravos e espinhas são medicamentos que alteram os hormônios, aumento a secreção de sebo.

Exemplo disso são os anticoncepcionais.

Por isso, é essencial conversar com um profissional e nunca se automedicar.

Tratamentos a laser:

Os tratamentos a laser também podem ser uma opção para lidar com cravos e espinhas enquanto reduzem manchas e estimulam a produção de um novo tecido.

Ao procurar um profissional que seja especializado, é possível destruir as bactérias responsáveis por produzir porfirinas, que causam quadros de acne.

Os raios de laser, são capazes de atingir profundamente os tecidos, destruindo esses agentes nocivos bem como aumentando a produção de colágeno, evitando a flacidez, e eliminando manchas e marcas.

Vale dizer ainda que a pele com acne pode precisar de cuidados especiais.

Seguindo essa linha, evite utilizar produtos que não conhecem, como ácidos, bem como tratamentos realizados por pessoas não especializadas.

Dica de ouro

Uma dica para combater ou prevenir cravos e espinhas é manter a pele sempre saudável, limpa e hidratada.

Da mesma forma, utilize protetor solar todos os dias e produtos ideais para o seu tipo de pele, nunca pegando emprestado das amigas, que nem sempre são a melhor opção.

No mais, converse com um dermatologista para entender melhor qual o seu tipo de pele e quais os produtos e cuidados que possam ajudar o seu tecido.

Em pouco tempo, você vai notar uma mudança, o que inclui uma pele mais suave, macia e naturalmente iluminada.  

Então, ficou com alguma dúvida?

Comenta aqui embaixo ou aproveite para dizer qual desses tratamentos tem um melhor resultado na sua pele.

Grande abraço e até o próximo post!


Transcrição do vídeo



Atenção: esse artigo não substitui a avaliação médica!

Compartilhe!

Este artigo foi útil para você?

Sim Não

Mais sobre: Pele, Tratamentos, Manchas, Acne, Inflamação, medicamentos, Laser, bactérias, Colágeno, Flacidez, Hidratada, Protetor solar, Dermatologista

Respostas de médicos

Comentários
Sugestões