Resultados
Médicos
Mensagens
Minhas Consultas Horários disponíveis
Assistente
Participe dos nossos grupos no whatsapp

Encontre tudo que você deseja saber sobre cirurgia plástica.


Qual a sua dúvida?

Respostas

Dúvidas sobre harmonização facial, microagulhamento e queloide por Dr. André Lauth


O médico dermatologista que atende em Curitiba, Dr. André Lauth, respondeu algumas das principais perguntas feitas sobre harmonização facial, microagulhamento e queloide.

O microagulhamento deixa alguma cicatriz?

Se realizado por profissional bem capacitado e experiente, não só não deixa cicatrizes como é um excelente método para tratá-las, tanto as advindas de ferimentos e cirurgias quanto aquelas deixadas pela acne ou estrias. Entretanto, se utilizado da maneira errada, por profissional não médico ou amadoramente em casa, o microagulhamento pode sim levar ao surgimento de cicatrizes.


O que é microagulhamento? E para que serve?

O microagulhamento consiste no tratamento da pele por meio de múltiplas micro perfurações. A maneira mais comum de se realizar este tratamento é com o uso de um dermaroller, equipamento descartável constituído por um cabo com um tambor giratório em sua extremidade (semelhante a um rolo de pintura). Neste tambor existem 192 microagulhas (pode variar de acordo com a marca) de 0.5 até 3.0 milímetros de comprimento. Sob anestesia, o equipamento é passado sobre a pele a ser tratada em vários sentidos, causando milhares de perfurações. Estas perfurações provocam pequenos sangramentos, que atraem plaquetas e outros fatores, que promoverão um processo de restruturação, renovação e clareamento da pele. 

É indicado quando se busca melhora no relevo da pele e uniformização no seu tom. Assim, as principais indicações são as cicatrizes, especialmente as deixadas pela acne, poros dilatados, as manchas, como o melasma e o tratamento do envelhecimento da pele, visto que faz um potente estímulo à produção de colágeno dérmica, entre outros efeitos benéficos.


Existe alguma forma de minimizar cicatrizes quelóides em pacientes com tendência?

Sim. Na dermatologia conhecemos várias substâncias que são capazes de reduzir os queloides.  

Podem ser usadas em cremes, adesivos ou podem ser aplicadas pelo médico, com injeção, dentro da lesão. Elas reduzem as lesões gradualmente até que fiquem planas. Infelizmente, a pele nunca fica 100% igual à pele normal, mas muitas vezes é possível conseguir resultados estéticos bastante favoráveis. Outra opção para quem já tem o queloide é a cirurgia com a retirada da lesão seguida por betaterapia (um tipo especial de radioterapia) ou pela aplicação das medicações já referidas com injeções. 

Quem já teve um queloide e quer evitar um novo, deve sempre conversar bem com seu cirurgião para que a sutura (“costura”) do ferimento cirúrgico seja feita da melhor maneira possível, com pouco “aperto” na pele. Pontos muito “apertados”, tensos, na pele podem favorecer a formação de queloide. Com uma boa sutura, pode optar pela betaterapia ou pela aplicação das medicações com injeções feitas na borda da cicatriz. E se mesmo assim a lesão surgir, é partir para o tratamento o mais rápido possível, antes que ela cresça.


No que envolve uma harmonização facial?

Harmonização facial não é um tratamento específico. É mais um conceito que consiste na ideia de melhorar e harmonizar os contornos do rosto com o uso de substâncias injetáveis. A maioria dos dermatologistas utiliza como seus 2 principais medicamentos o ácido hialurônico (“preenchimento”) e a toxina botulínica (“botox”). 

O ácido hialurônico é um gel, disponível em várias consistências, desde quase sólido até quase líquido, o que permite ao médico melhor adaptar o produto ao paciente e à camada do rosto que deseja tratar. Com ele, conseguimos devolver o volume da gordura, ossos e músculos perdidos com o decorrer da idade e dar suporte à face. Além disso, vem-se provando recentemente que o ácido hialurônico é um potente bioestimulador para as camadas profundas da pele, melhorando seu funcionamento e aparência progressivamente, por muitos meses após a aplicação. Hoje em dia utilizamos principalmente microcânulas para fazer a aplicação do gel de ácido hialurônico, visto o considerável risco de injeção dentro de vasos sanguíneos que as agulhas apresentam. Não existe beleza sem saúde e segurança!  

Já a toxina botulínica vem para o médico como um pó, quase que invisível, dentro de um frasco fechado à vácuo. É diluída em soro fisiológico e aplicada nos músculos da expressão facial. Sua função em relação à harmonização facial é a de reduzir as rugas da testa, da glabela, aquelas ao redor dos olhos (“pés de galinha”) e ainda pode ajudar no contorno inferior do rosto, rugas ao redor dos lábios, sorriso gengival entre várias outras utilidades. 

Quanto à duração, depende da técnica utilizada, mas costuma ser de 4 a 6 meses para a toxina botulínica e de mais de 1 ano para o ácido hialurônico. Entretanto, nos lábios e em alguns casos especiais a duração pode ser de menos de 6 meses.


Posso fazer uma harmonização facial com gordura?

É possível sim. Esse procedimento geralmente é realizado quando o paciente realiza uma lipoaspiração com o cirurgião plástico. A gordura é então centrifugada, preparada e colocada em seringas, para ser injetada como outro preenchedor qualquer. Sua vantagem é que por ser do próprio corpo, não há risco de rejeição. Como desvantagem há o fato de que a maioria das pessoas que procura a harmonização facial não deseja ou não pode arcar com o custo de realizar uma cirurgia. Aplicação de gordura é uma ótima opção para quem já tem lipo programada, mas é importante que o cirurgião seja experiente nesta técnica, pois é preciso conhecer bem as áreas em que é possível aplicar a gordura.


Dr. André Lauth

Médico Dermatologista em Curitiba 

CRM-PR 21.744 | RQE 21188

www.andrelauth.com.br

Se você tem interesse em saber mais ou agendar uma consulta com o doutor, clique no botão abaixo para enviar seus dados.


Transcrição do vídeo



Atenção: esse artigo não substitui a avaliação médica!

Compartilhe!

Este artigo foi útil para você?

Sim Não

Mais sobre: Dermatologista, Acne, Estrias, Pele, Tratamento da pele, Múltiplas, Anestesia, Melasma, Envelhecimento, Colágeno, Cremes, Estéticos, Medicações, Sutura, medicamentos, ácido hialurônico, Preenchimento, Toxina Botulinica, Botox, Gordura, face, Risco, Vasos sanguíneos, Rugas, Olhos, Lipoaspiração, Preenchedor, Quelóide, Cicatriz, Cicatrizes, Manchas

Respostas de médicos

Comentários
Sugestões
Botox X preenchimentos por Dra. Mariana Ribas Zahdi
A dermatologista Dra. Mariana Zahd, que atende em Curitiba fez um texto esclarecendo algumas dúvidas que as pacientes tem em relação a toxina botulínica (Botox) e preenchimentos. LEIA MAIS >
Dúvidas sobre Botox por Dr. André Lauth
O médico dermatologista, Dr. André Lauth, que atende em Curitiba, respondeu algumas das principais perguntas feitas sobre botox. LEIA MAIS >
Dúvidas sobre toxina botulínica por Dra. Ana Cristina Kraemer
A cirurgiã plástica, Dra.Ana Cristina Kraemer, que opera em Pelotas, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer o procedimento com toxina botulínica. LEIA MAIS >
Botox e preenchimentos por Dra. Ana Cristina Kraemer
A cirurgiã plástica, Dra.Ana Cristina Kraemer, que opera em Pelotas, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica. LEIA MAIS >
Perguntas respondidas pelo Dr. Felipe Oliveira Duarte
O cirurgião plástico, Dr Felipe Oliveira Duarte, que opera em Florianópolis, respondeu sobre o tempo de duração e quais os principais riscos da aplicação da toxina botulínica: LEIA MAIS >
Como corrigir irregularidades de contorno após lipoaspiração?
Existem algumas técnicas que têm se destacado nos dias atuais para a correção de irregularidades. Uma delas é a chamada SAFE lipo, que consiste em três etapas. A primeira etapa é a Separação das camada de gordura (pele) que deseja-se tratar. A segunda é a abordagem através da lipoaspiração, ... LEIA MAIS >
Dúvidas sobre PMMA por Dra. Cintia Pessin
A dermatologista Dra. Cintia Pessin, que atende em Porto Alegre, falou um pouco sobre algumas dúvidas que as pacientes tem em relação ao PMMA. LEIA MAIS >
Dúvidas sobre psoríase por Dra. Cintia Pessin
A dermatologista Dra. Cintia Pessin, que atende em Porto Alegre, falou um pouco sobre algumas dúvidas que as pacientes tem em relação a psoríase.1- O que é psoríase?Psoríase é uma doença inflamatória crônica e não contagiosa que afeta a pele e pode acometer as articulações (artrite psoriática). Os p... LEIA MAIS >
Como tratar o queloide ao redor das aréolas após mamoplastia?
Para o tratamento de quelóides nas aréolas, como em qualquer outra região da pele, existem opções terapêuticas. A solução mais clássica é a retirada da cicatriz patológica (quelóide) com a realização de nova cicatriz. Muitas técnicas foram descritas para realização disso em quelóides. Uma del... LEIA MAIS >