Resultados
Médicos
Mensagens
Minhas Consultas
Assistente

Encontre tudo que você deseja saber sobre cirurgia plástica.


Qual a sua dúvida?

Respostas

Dúvidas sobre necrose pós-cirurgia: prevenção e tratamentos por Dr. Adriano Batistuta


O cirurgião plástico, Dr.  Adriano Batistuta, que opera em Vitória, respondeu algumas das principais perguntas sobre necrose pós-cirurgia: prevenção e tratamentos.

1- O que é a contratura capsular

A contratura capsular é uma reação do organismo quando se coloca algum corpo estranho nele. O organismo produz essa capsula para todo o corpo estranho, e ele pode ter 4 graus. O grau 1 é quando a mama tem uma aparência natural, e uma consistência natural ao toque.  No 2º grau, ela tem uma aparência natural, mas ao toque, uma esta mais endurecida do que a outra. No grau 3, é contratura é mais forte, sendo visível sem o toque. No último, a pele fica distorcida e a paciente sente dores sem precisar tocar.  

O tratamento consiste na retirada da prótese com contratura. Esse processo é feito com muito cuidado, pois em alguns casos ela pode romper. O local é lavado com antibióticos e antisséptico e é substituída por uma prótese nova uma nova. O cuidado nessa cirurgia é redobrado. O cirurgião usa duas luvas, tira o talco delas, e lavas com cuidado para evitar o máximo qualquer tico de infecção que possa levar a uma nova contratura.


2- Quais são os tipos de anestesias utilizados em cirurgia plástica?

A escolha da anestesia é muito ampla. Tudo vai depender do procedimento, da localização e, principalmente da experiência do anestesista. Existem anestesistas que preferem e peridural, e outros a geral. Em alguns casos, é usada uma junção das duas.  Uma das vantagens da anestesia mista é quando o paciente está sob anestesia geral, ao acordar, ele não está mais sob os efeitos da anestesia, então, ele faz uma anestesia peridural associada, para quando o paciente acordar, o corpo ainda está dormente. Normalmente o cirurgião deixa que o anestesista escolha qual é a melhor abordagem.


3- Redução de mama estando acima do peso: é possível e quais são as consequências?

A mama é constituída de glândula e gordura, e normalmente, as pacientes que procuram esse procedimento, têm glândulas muito grandes, o que geralmente é um risco, por conta dos cortes. Depois que a mama vai cicatrizando, as células cortadas são absolvidas, e então a tendência é a mama desinchar bastante.

 Em relação à perda de peso após a cirurgia, não se recomenda perder acima de 3 kg. Isso porque, a cada quilo perdido, a mama perde de 10 a 15g, com isso, se o paciente perder muito peso, a pele vai ceder ainda mais e ela vai perder o resultado da cirurgia.


4- Necrose pós-cirurgia: prevenção e tratamentos

Cirurgias onde tem um maior descolamento de tecido pode danificar parte do que foi descolado. Isso acontece principalmente em cirurgias de face e abdômen, onde ocorrem grandes descolamentos. Para isso, o médico precisa separar os tecidos com mais delicadeza, para não prejudicar a circulação, principalmente em cirurgias secundarias, onde a paciente já passou por uma redução de mama, nesses casos, a chance de necrose é ainda maior.

Existem alguns grupos de risco onde a chance de necrose é ainda maior e independe da habilidade do cirurgião. O paciente fumante é um exemplo, pois a nicotina fecha os vasos sanguíneos e prejudica a circulação, que é o mesmo caso de drogas ilícitas. É importante interromper o uso por 30 dias antes da cirurgia e permanecer 30 dias depois para diminuir a chance de a pele necrosar.

O tratamento, de preferencia, deve ser feito com o cirurgião. Uma das recomendações é o tratamento hiperbárico, que consiste em um tratamento de oxigênio sob pressão. Ele é feito em uma câmara, em locais especializados, com sessões são de pelo menos uma hora.

Depois que o caso começa a se estabilizar, o cirurgião faz a limpeza do local com antibióticos. Necroses pequenas se fecham sozinhas sem grandes complicações.  Áreas que foram mais atingidas podem ser necessárias, fazer enxertos de pele para melhorar a aparência do local.


5- Principais problemas de saúde que podem ser impeditivos para realizar uma cirurgia plástica.

Uma das coisas primeiras coisas a se fazer é os exames pré-operatórios, pelo menos 2/3 meses antes da data da cirurgia. Isso porque, caso o paciente tenha algum problema, que ele possa ser tratado rapidamente antes da cirurgia. Se o paciente deixar para fazer em cima da hora, a cirurgia pode ser cancelada.  

Por exemplo, mulheres com fluxos menstruais muito grandes ou que fazem uma dieta muito restritiva, tendem a apresentar anemia. Nesses casos, um tratamento simples oral com comprimidos pode resolver. Outro caso é paciente pós-bariátricos, esses costumam ter deficiência de ferro, então pode ser necessário uma introdução intravenosa para melhorar o caso. Outro exame é o medidor de coagulação do sangue, quando ele da alterado, pode ser feito um tratamento com a vitamina k ou com injeções.

Já em casos contrários, para diminuir a coagulação sanguínea, é comum o tratamento com substâncias naturais, como: o ginkgo biloba e o chá verde.

Remédios de uso esporádico e continuo também podem interferir na cirurgia, como antidepressivos, anticoncepcionais e anti-inflamatórios. Por isso, pede-se que interrompa o uso pelo menos 48h antes. Outra coisa que prejudica, são os estimulantes, como os pré-treinos de academia e medicação de perda de peso, que aceleram o metabolismo, assim como o uso de drogas. Eles podem interferir na anestesia, causando uma arritmia e parada cardíaca. Essas substâncias devem ser evitadas 30 antes da cirurgia.

Outras coisas são pedra na vesícula, principalmente das pedras pequenas que vão para o intestino e podem migrar para o fígado e obstruir o intestino durante a cirurgia. Mas para isso, pode ser pedido uma ultrassonografia do abdômen, e o paciente pode fazer a operação de retirada poucos dias antes da cirurgia plástica, que não haverá problemas.

Se você tem interesse em saber mais ou agendar uma consulta com o doutor, clique no botão abaixo para enviar seus dados.


Transcrição do vídeo



Atenção: esse artigo não substitui a avaliação médica!

Compartilhe!

Este artigo foi útil para você?

Sim Não

Respostas de médicos

Comentários
Sugestões
Dúvidas sobre pós bariátrica por Dr. Emerson Morello
O cirurgião plástico, Dr. Emerson Morello, que opera em Porto Alegre, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica:1- Quanto tempo depois da bariatrica eu posso fazer uma cirurgia plástica?Após a bariátrica, duas coisas são necessárias para a paciente... LEIA MAIS >
Perguntas respondidas pelo Dr. Pablo Arruda
1. Qual é a idade máxima para fazer a abdominoplastia? 2. Por quanto tempo depois da cirurgia, normalmente a paciente usa a meia anti-trombose? 3. É comum a paciente ficar com depressão após a cirurgia? 4. Quanto tempo depois, posso dormir de bruços após a mastopexia com próteses? 5. Posso fazer uma viagem internacional com menos de 30 dias depois da cirurgia? LEIA MAIS >
Perguntas respondidas pelo Dr. Carlos Augusto Villegas Chirinos
O cirurgião plástico, Dr. Carlos Augusto Villegas Chirinos, que opera em Curitiba, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica. LEIA MAIS >
Perguntas respondidas pelo Dr. Emerson Morello
O cirurgião plástico, Dr. Emerson Morello, que opera em Porto Alegre, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica:1- A abdominoplastia dói muito?O Paciente de Abdominoplastia tem desconforto e restrições quando a movimentação e posição para dormir no... LEIA MAIS >
Pode tomar vitaminas e suplementos antes e depois da abdominoplastia?
Algumas vitaminas e suplementos podem ter efeitos negativos quando relacionados a uma cirurgia. Normalmente, a recomendação é para que o paciente evite ingerir qualquer vitamina e suplementos, com pelo o menos 3 semanas de antecedência. Por exemplo, no caso da vitamina E, a qual é anti... LEIA MAIS >
Dúvidas sobre rinoplastia por Dr. Emerson Morello
O cirurgião plástico, Dr. Emerson Morello, que opera em Porto Alegre, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica de rinoplastia. LEIA MAIS >
Dúvidas sobre abdominoplastia por Dr. Alexandre Wood Branco
O cirurgião plástico, Dr. Alexandre Wood Branco, que opera em Curitiba, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica LEIA MAIS >
Quando parar de fumar para colocar implantes mamários?
Quem pensa em fazer uma cirurgia plástica já deve saber que se for fumante, deve para com o habito por várias semanas antes e depois. Normalmente, os cirurgiões plásticos recomendam pelo menos 6 semanas antes e depois da cirurgia sem fumar. Mas quanto mais tempo sem fumar, melhor. Qua... LEIA MAIS >
Mastopexia por Dr. Guilherme Sorrentino
O cirurgião plástico, Dr. Guilherme Sorrentino, que opera em Porto Alegre, respondeu algumas das principais perguntas feitas por quem deseja fazer uma cirurgia plástica. LEIA MAIS >